[2344.] 25 anos a transformar destinos

DIA VENCIDO

A Escola Profissional Vasconcellos Lebre assinalou no dia 4 de julho de 2016, o vigésimo quinto aniversário da assinatura do despacho de homologação governamental que lhe deu origem, em 1991. Para assinalar a data, a EPVL está a organizar um conjunto de eventos que se prolongam, acima de tudo, pela semana de 2 a 9 de julho. “Do programa constam uma comemoração para a comunidade escolar, duas dirigidas à população da Mealhada e haverá um outro momento que será uma comemoração formal para os alunos e parceiros”, declarou Nuno Castela Canilho, diretor da escola.

O primeiro momento do programa de comemorações foi o do lançamento do mais recente romance do escritor mealhadense António Breda Carvalho, antigo professor da EPVL, no auditório da escola na tarde de 2 de julho de 2016, “Os filhos de Salazar”, com a chancela da editora “Saída de Emergência”. Na segunda-feira, 4 de julho, dia do aniversário propriamente dito, realizou-se na EPVL um almoço convívio exclusivamente para professores, funcionários e responsáveis pela administração da empresa que gere a escola. No almoço participaram todo o executivo municipal, incluindo o presidente Rui Marqueiro e o presidente da Caixa de Crédito Agrícola, João Peres, e o antigo diretor João Pega.

Na noite do dia 7, quinta-feira, realizar-se-á uma “Grande Gala dos 25 anos”, no Cineteatro Municipal Messias, um espetáculo que pretende ser “um tributo à comunidade EPVL e da EPVL à comunidade”. No dia 9 de julho, sábado, realiza-se a sessão solene comemorativa dos vinte e cinco anos da EPVL, a partir das 16h 45m, com entrega de diplomas aos alunos que concluíram os cursos em 2014 e 2015.

Presidente da Câmara considera a EPVL “a sua maior obra”

No dia do aniversário da EPVL, em 4 de julho, realizou-se no refeitório da escola um almoço convívio exclusivamente para professores, funcionários e responsáveis pela administração da empresa que gere a escola. No almoço participaram, ainda, todo o executivo municipal, incluindo o presidente Rui Marqueiro e o presidente da Caixa de Crédito Agrícola, João Peres e o antigo diretor-geral João Pega.

Foi ainda inaugurada a reinstalação da galeria dos antigos alunos da escola – que durante muitos anos foi uma imagem de marca da EPVL – e plantadas duas oliveiras (símbolo da sabedoria) que assinalam as bodas de prata da escola profissional da Mealhada. No final do almoço foi ainda selada uma cápsula do tempo, com mensagens e lembranças depositadas pelos professores, funcionários e responsáveis da administração da escola, para que sejam lidas em 4 de julho de 2041, daqui a 25 anos.

Nos tradicionais discursos do final do almoço, Nuno Castela Canilho deu os parabéns aos professores e funcionários da escola, pelo trabalho desenvolvido no último quarto de século e exortou-os para uma sempre necessária readaptação às novas especificidades dos alunos, do mercado e da formação profissional de jovens. Já o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro, elogiou os diretores da EPVL João Pega e Nuno Castela Canilho, e o seu trabalho, e confessou que, como autarca, considera a EPVL a sua maior e mais importante obra.

NOTA DE IMPRENSA DA EPVL 04JUL16

EPVL25_02 EPVL25_03 EPVL25_06 EPVL25_01 EPVL25_07 EPVL25_04 EPVL25_05

A Escola Profissional Vasconcellos Lebre assinalou no dia 4 de julho de 2016, o vigésimo quinto aniversário da assinatura do despacho de homologação governamental que lhe deu origem, em 1991. Para assinalar a data, a EPVL está a organizar um conjunto de eventos que se prolongam, acima de tudo, pela semana de 2 a 9 de julho. “Do programa constam uma comemoração para a comunidade escolar, duas dirigidas à população da Mealhada e haverá um outro momento que será uma comemoração formal para os alunos e parceiros”, declarou Nuno Castela Canilho, diretor da escola.

O primeiro momento do programa de comemorações foi o do lançamento do mais recente romance do escritor mealhadense António Breda Carvalho, antigo professor da EPVL, no auditório da escola na tarde de 2 de julho de 2016, “Os filhos de Salazar”, com a chancela da editora “Saída de Emergência”. Na segunda-feira, 4 de julho, dia do aniversário propriamente dito, realizou-se na EPVL um almoço convívio exclusivamente para professores, funcionários e responsáveis pela administração da empresa que gere a escola. No almoço participaram todo o executivo municipal, incluindo o presidente Rui Marqueiro e o presidente da Caixa de Crédito Agrícola, João Peres, e o antigo diretor João Pega.

Na noite do dia 7, quinta-feira, realizar-se-á uma “Grande Gala dos 25 anos”, no Cineteatro Municipal Messias, um espetáculo que pretende ser “um tributo à comunidade EPVL e da EPVL à comunidade”. No dia 9 de julho, sábado, realiza-se a sessão solene comemorativa dos vinte e cinco anos da EPVL, a partir das 16h 45m, com entrega de diplomas aos alunos que concluíram os cursos em 2014 e 2015.

Presidente da Câmara considera a EPVL “a sua maior obra”

No dia do aniversário da EPVL, em 4 de julho, realizou-se no refeitório da escola um almoço convívio exclusivamente para professores, funcionários e responsáveis pela administração da empresa que gere a escola. No almoço participaram, ainda, todo o executivo municipal, incluindo o presidente Rui Marqueiro e o presidente da Caixa de Crédito Agrícola, João Peres e o antigo diretor-geral João Pega.

Foi ainda inaugurada a reinstalação da galeria dos antigos alunos da escola – que durante muitos anos foi uma imagem de marca da EPVL – e plantadas duas oliveiras (símbolo da sabedoria) que assinalam as bodas de prata da escola profissional da Mealhada. No final do almoço foi ainda selada uma cápsula do tempo, com mensagens e lembranças depositadas pelos professores, funcionários e responsáveis da administração da escola, para que sejam lidas em 4 de julho de 2041, daqui a 25 anos.

Nos tradicionais discursos do final do almoço, Nuno Castela Canilho deu os parabéns aos professores e funcionários da escola, pelo trabalho desenvolvido no último quarto de século e exortou-os para uma sempre necessária readaptação às novas especificidades dos alunos, do mercado e da formação profissional de jovens. Já o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro, elogiou os diretores da EPVL João Pega e Nuno Castela Canilho, e o seu trabalho, e confessou que, como autarca, considera a EPVL a sua maior e mais importante obra.

NOTA DE IMPRENSA DA EPVL 04JUL16

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *