Eu declaro Morte ao Sol!

DIA VENCIDO

A calmaria de uma fria noite de sábado, à lareira, em confinamento emergente, levou-nos a mergulhar na Netflix e no documentário do momento e do tempo.

Death to 2020” – ‘Morte a 2020’, em tradução livre – faz-nos a melhor e mais descontraída retrospetiva do ano que ficará para a História Universal como um tempo marcado e marcante: O Fim de uma década e de um Estado de Ser e de Estar, de uma organização comunitária que não voltarão a ser os mesmos daqui para a frente!

E acima de tudo faz essa retrospetiva de uma forma cómica, critica e inteligente. “Comme il faut”!

A não perder!

Talvez pela Utopia, vê-me à memória o verso da canção dos GNR: “Directa sim eu declaro morte ao sol/
Directa não e a quem o apoiar”

BFD [2447.] ao #15258 .º

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *